O corpo se apresenta dividido em cefalotórax e abdome, sendo que neste há quatro pares de pernas. Como em todos os artrópodes, as aranhas possuem exoesqueleto composto por quitina.

Existem algumas aranhas cujas picadas podem causar alguns problemas para o ser humano. São elas: a aranha armadeira, a aranha-marrom, a aranha-de-jardim, ou tarântula, e a viúva-negra. A caranguejeira, apesar de grande, é causadora de poucos acidentes, na maioria das vezes provocando apenas irritações na pele em virtude da ação irritante dos pelos que se desprendem do seu abdome.

Conheça agora 8 curiosidades sobre esses animais que causam terror em muitas pessoas:

As aranhas não são insetos, são animais invertebrados pertencentes ao Filo Artropoda. Atualmente são conhecidas cerca de 40 mil espécies de aranhas, que podem ser encontradas em muitos ambientes do planeta, inclusive nas regiões desérticas.

Em uma pesquisa 50% das mulheres e 16% dos homens apresentaram aracnofobia, um espécie de “medo irracional” de aranhas.

A maioria das aranhas têm entre 6 e 8 olhos

As aranhas produzem a fibra natural mais resistente do mundo. Os fios produzidos pelos aracnídeos é 8 vezes mais resistente que o aço além de ser uma das fibras mais leves existentes.

A picada da aranha armadeira pode causar uma dor insuportável além de uma reação um pouco inusitada: em homens ela pode causar o priapismo, uma ereção dolorosa por tempo prolongado.

Na América do Norte, a viúva-negra é a aranha mais venenosa já encontrada. A mais venenosa do mundo é a armadeira, residente no Brasil.

Os fósseis mais antigos de aranhas datam de 318 milhões de anos

A maior aranha do mundo mede 30 cm e pode ter o peso de o filhote de um cão.

DOSSIÊ DAS ARANHAS

São animais sem esqueleto interno. A sustentação e a proteção de seu corpo são feitas por uma carapaça externa, composta por uma substância chamada quitina. Essa proteção é extremamente importante para evitar a perda de água, o que permite que as aranhas e outros animais do grupo dos artrópodos (escorpiões, insetos, crustáceos) consigam sobreviver em ambientes muito variados. As aranhas são encontradas desde buracos e frestas no solo a até muitos metros de altura nas copas de árvores; de desertos a florestas úmidas; de ecossistemas totalmente preservados até o centro de grandes metrópoles. Isso se deve também à sua capacidade de produzir abrigos com uma mistura de proteínas denominada seda, secretada por glândulas localizadas no abdômen da aranha. O veneno está presente na grande maioria das aranhas (em todo o mundo, são conhecidos somente dois grupos de aranhas sem veneno), e sua composição química é bastante variada entre as espécies. A grande maioria tem veneno pouco tóxico para o organismo humano, como as caranguejeiras. Porém, o veneno de outras afeta o homem de maneira mais grave. Quando se sentem ameaçadas, as aranhas picam para se defender. Espécies de Aranhas Encontradas no Brasil Não daria para falar de todas a espécies de aranhas encontradas no Brasil aqui, por isso, selecionamos aquelas que são tipicamente brasileiras. Como falamos anteriormente, algumas só podem ser vistas no Brasil. 1- Aranha de grama: é bem pequena sua medida fica, em centímetros, entre 2 a 3, em raros casos, pode chegar a 5 centímetros. Ela possui pelos vermelhos e a cor do seu corpo é marrom com uma pequena mancha mais escura. Essa mancha pode lembrar vagamente a forma de uma flecha. 2- Aranha armadeira: dificilmente você encontrará uma aranha dessa espécie em grupo, é do seu hábito estar sempre sozinha. Elas giram muito e não ficam muito tempo tecendo teias. Podem ser observadas em duas cores: cinza escuro e castanha, além disso, as suas pernas são cobertas por pelos curtos. Possui veneno forte que é escuro. 3- Viúva-negra: o nome faz referência a cor da aranha que é preta, porém, dá para observar no abdômen delas umas pequenas manchas vermelhas. A medida dá fêmea é diferente da medida do macho, que costuma não ultrapassar 1, 5 centímetros. As fêmeas são maiores e podem chegar a medir 3 centímetros e as menores medem 2,5 centímetros. As aranhas dessa espécies costumam vive em grupos e normalmente, fazem as teias em lugares escuros e também em vegetações no chão. 4- Caranguejeira: elas são conhecidas porque provocam alergia nas pessoas picadas por elas. São peludas e grandes. 5- Aranha marrom: apesar do nome, a cor dessa aranha é amarela e sem nenhum tipo de mancha. O corpo total com as pernas não mede mais de 4 centímetros, as menores 3 centímetros. Possuem pelos mais são curtos e quase não dá para percebê-los. Normalmente, quando picam no lugar acaba se formando uma ferida e no momento do “ataque” quem está sendo picado sente uma forte queimação no local.