Se a infestação não for percebida rapidamente, o cupim pode oferecer riscos de desabamento e prejuízos financeiros.

Esses insetos estabelecem colônias em lajes, paredes duplas, subsolos e diversos outros locais de residências. Os principais tipos de cupins no Brasil, são o de madeira seca e o subterrâneo. O primeiro, ataca móveis e estruturas com pouca umidade, e deixa um granulado característicos, que na verdade são suas fezes.

Já o subterrâneo se desidrata com mais facilidade e procura locais escuros e úmidos. Seus ninhos são estabelecidos mais próximos ao solo, e os cupins deixam rastros de túneis que podem marcar chão e paredes. Essas colônias, também chamadas de termiteiras, são mais agressivas e têm alguns milhares de indivíduos, e cada colônia pode colocar algo em torno de 4 a 5 mil ovos por dia.

A forma mais prática de combater o cupim se dá pelo monitoramento de frestas, rachaduras e manchas. Em casos de suspeitas, a recomendação é chamar uma empresa especializada para identificar a melhor solução no controle dessa praga.

A IMUNI é uma empresa especializada, com técnicos capacitados para uma inspeção minuciosa do local a fim de encontrar os focos de infestação e identificar as espécies invasoras e avaliar o grau de comprometimento das estruturas. Essa primeira etapa é fundamental para o planejamento do tratamento de descupinização mais eficiente do imóvel.

Fale com nossa equipe, solicite uma visita técnica e proteja seu patrimônio.