O número de humanos mortos por mosquitos foi de 830.000. Ele reporta essa pesquisa depois de ter participado do TED Talk sobre malária. A maioria dos infectados são pessoas pobres na África. Assim como no Brasil, o vírus da zika se espalhou rapidamente em estados americanos que ficam perto da América Central, como a Flórida. Porto Rico, que fica na América Central, é outro país afetado com o problema. É, o mundo está em alerta em relação a estes insetos.

Os mosquitos são os animais mais mortais do planeta porque podem se locomover facilmente. Com suas asas eles pousam de indivíduo em indivíduo sugando seu sangue. A partir dessa atividade o inseto promove surtos de doenças. Nem todos os mosquitos são contaminados por vírus ou bactérias, mas isso você só vai descobrir depois de alguns dias da picada.

Os sintomas aparecem de 5 a 10 dias, dependendo da doença. São todos bem parecidos, por isso é importante ter ajuda de um médico para identificar qual doença foi contraída. A diferença entre a vida e a morte pode ocorrer nesse momento. É claro que algumas doenças são mais severas do que outras, mas é importante tratá-las prontamente. Claro que a prevenção é sempre o melhor remédio, por isso evite a picada a qualquer custo.

1) Dengue

A dengue é a doença mais famosa no Brasil. O Ministério da Saúde faz constantes campanhas para evitar surto da doença no verão e primavera. O Aedes aegypti é o transmissor dessa doença e de outras como febre amarela, zika e chikungunya. A dengue é causada por vírus e apresenta 4 sorotipos diferentes. Os sintomas são: febre, dor de cabeça, dor no corpo, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas pelo corpo. Em casos mais graves causa sangramentos e pode levar até à morte.

2) Chikungunya

A doença é transmitida por vírus por meio dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O termo significa “aqueles que se dobram” pois um dos sintomas da enfermidade são as dores no corpo. Essa expressão foi originada da Tanzânia, leste da África. Uma vez picada, a vítima torna-se imune por toda a vida. Por volta de 30% dos casos, segundo a Fiocruz, não possui sintomas.

3) Febre amarela

A doença é causada por vírus e o mosquito transmissor é o Aedes aegypti. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa. Possui 2 ciclos de transmissão: silvestre (Haemagogus e Sabethes) e urbano. A vacina é a principal fonte de controle da doença, além de ações preventivas. Os sintomas da febre amarela são: dor de cabeça, calafrios, febre, náuseas e vômitos, fadiga, fraqueza, pele e olhos amarelados.

4) Zika

A doença foi identificada no país pela primeira vez em 2015. A zika é um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Não existe vacina e nem remédio para a enfermidade. Os sintomas são: febre, dor de cabeça, manchas vermelhas, dor nas articulações, coceira e vermelhidão nos olhos. Apesar dos sintomas desaparecerem em até 7 dias, as dores nas articulações podem durar até 1 mês.

A melhor solução é a dedetização de mosquitos. Entre em contato conosco, solicite uma visita técnica.